Alquimia Fogo

Posted on Sep 1, 2016

Já repararam como a comidinha caseira do Rio de Janeiro e de Minas Gerais é renegada para os self service na hora do almoço? Já repararam no que tem de restaurantes italianos com massas maravilhosas (mas no fundo bem básicas) entre os restaurantes chiques e estrelados do mundo? Pois é, precisei vir pra Barcelona pra achar alguém que quisesse posicionar a gastronomia brasileira do jeito que ela merece. Nosso feijãozinho é muito mais que comida caseira.

Claro que temos grandes nomes como Alex Atala e Roberta Sudbrack, explorando e divulgando os sabores da nossa terra e isso é ótimo. Só que mesmo assim, sobra tucupi e falta pão de queijo. Veja bem, eu não disse gougère, eu disse PÃO DE QUEIJO.

Introdução feita, no Alquimia Fogo, localizado entre as ruas Córsega e Aribau, o chef  João Alcântara serve um menu degustação com as delícias de Rio e Minas. Nada de Nordeste, nada de Bahia, o sotaque é do Sudeste.

O menu curto, de 65€, começa com biscoitos polvilho gigantes, crocante nas pontas e macios por dentro.

Caldinho de feijão na caneca, muito temperadinho, com sorbet que imita laranja e um salpicão que mudou minha vida. Um torresminho de pele de frango que dava vontade de comer até acabar o estoque.

IMG_0689

Dadinho de tapioca crocante e macio por dentro.

IMG_0697
Pão de queijo com a costela de porco mais saborosa que já provei! De verdade, melhor que qualquer outra.

IMG_0712

E o prêmio revelação vai pro gazpacho de açaí, essa mistura de culturas que parecia estranha, mas que deu super certo!

IMG_0715

O conceito mar e montanha ficou por conta de um porquinho e uma vieira parruda, macia, daquelas que mudam a vida das pessoas!

IMG_0719

Antes do último prato teve uma caipirinha, na verdade uma cachacinha com mel e limão servida em uma caveira que eu queria levar pra casa. Combinação perfeita, gostosa e que ainda deve matar umas bactérias caso você esteja com dor de garganta.

IMG_0726

Logo depois teve a melhor rabada da vida, com aligot (que eu tanto amo) de brinde. Combinação comfort food.

IMG_0740

Fechando com chave de ouro, um quindim dos deuses, doce na medida certa e que ainda vinha com umas raspas de coco que me faziam lembrar um polvinho.

IMG_0746

Saí de lá feliz da vida, como há muito tempo não saio de um restaurante. Agora é voltar para visitar sua parte mais despojada, o Boteco Fogo, e provar suas coxinhas, feijoada e moqueca, tudo acompanhado de ótimas caipirinhas!

IMG_0758

Be Sociable, Share!

8 Comments

  1. Eu ia reclamar por não ter comida nordestina mas depois de ver essas delícias todas não posso mais! hehehe…
    Vou pegar um avião agora pra ir provar essa rabada! *-*
    Beijo

  2. Minha nossa, que cardápio mais delicioso! E não poderia concordar mais com suas considerações, nossa culinária é muito rica também! Seja de Minas, do Nordeste, do Sul. Tem muita coisa deliciosa que não recebe a atenção devida…

  3. Menina, não é que gourmetizaram a nossa comidinha caseira. Adorei, queria provar tudo! Mas essa vieira tá de gaiata aí, né amiga? Porque por aqui ela tá longe de figurar nos nossos pratinhos do dia a dia (infelizmente ~ escorre uma lágrima).

  4. Que delícia!
    Eu sou daquelas que começa comendo com os olhos… E estes pratos estão convidativos!! Lindos!

    Abraços, Cris

  5. Meu deus, quanta maravilha num lugar só. Fiquei bem curiosa com esse gazpacho de açaí. E essa caveirinha é um charme mesmo, quero!

  6. Essa costelinha com pao de queijo me deu agua na boca aqui do outro lado!! Hummm…
    Beijos

  7. Comida brasileira é sem o que falar sabe, melhor do mundo <3 tão rica, tão cheia de coisa maravilhosa!!
    Esse caldinho de feijão na caneca que você falou.. ai ai PRECISO <3 <3 <3

  8. Poxa, o que você disse é bem verdade! A nossa comida brasileira é muito pouco valorizada sendo que, cara eu amo tantas culinárias do mundo, mas nunca abandonaria a nossa. Tem tanta coisa maravilhosa!

    http://belsantanna.com/

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

treze + 11 =

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>