Londres em 3 dias

Posted on May 7, 2018

Você pode e deve vir pra Londres com calma. Acredito que é uma cidade que precisa de, pelo menos, 5 dias para te mostrar que você precisa de uma vida inteira para conhecer quase tudo. No entanto, nem sempre temos a sorte de ter dinheiro para pagar hotéis por semanas e semanas em libras, não é mesmo?

IMG_1780

IMG_1411

Toda essa introdução é pra dizer que se você está buscando ideias do que fazer em Londres em um fim de semana, parou no lugar certo! Veja bem, leve em consideração que esse é um passeio para quem gosta de caminhar ao ar livre e tem predileção por roteiros gastronômicos. Se encaixou no conceito? Então pode continuar lendo!

IMG_1553

Día 1

Leve em consideração que se seu voo for em uma companhia low cost é capaz de você demorar quase duas horas para chegar no seu hotel ( oi, aeroporto de Stansted!). Se tudo der certo com seu check in, você ainda vai ter que trocar umas libras e fazer seu Oyster Card, então é bem capaz que sua sexta-feira seja consumida por planos de jantar + cervejinha.

Minha sugestão é explorar o bairro do Soho e ver que os ingleses não estão pra brincadeira na hora de lotar restaurantes. Se você tem algum preferido, reserve pela internet antes de chegar. Se não der, eu te conto um plano que deu certo pra mim. Fui com alguns bons restaurantes na manga e pedi pra fazer reserva lá mesmo, pra um horário um pouco mais tarde, tipo as 22:00h. Enquanto meu horário não chegava, fiz o seguinte roteiro:

Jamie´s Italian – Como o restaurante do Jamie é uma franquia, é fácil conseguir lugar, nem que seja no bar. As bolinhas de risoto de abóbora são maravilhosas e uma cervejinha pra começar os trabalhos cai super bem.

The Queen´s Head: Pub lindo, com um quadro de uma reunião de donos de cães bem esquisita, serviço atento e cerveja boa, incluindo a Trooper, do Iron Maiden!

IMG_1991

Kriquet: A TimeOut elegeu o frango frito deles como um dos 100 melhores pratos de Londres. É bem delicinha mesmo. A vibe é indiana modernete e eles fazem o naan na sua frente, além de colocar todos em um tandoor legítimo, claro. O que leva queijo e alho é imperdível. Outro ponto alto é a carta de drinks.

IMG_1990

Dia 2

Explorar os arredores da Tower Bridge e fazer muitos lanches no Borough Market. Eles têm comida de tudo quanto é canto do mundo, além de coisas bem típicas, como as maravilhosas British pies com mash and gravy (purê de batata e molhinho).

IMG_1437

IMG_1438

IMG_1989

Depois do passeio gastronômico, a boa é cruzar o Tâmisa e ir na direção de Brick Lane! Uma grande concentração de lojinhas vintage charmosas, mais mercadinho de rua, grafite e boas vibes te esperam.

IMG_1524

IMG_1525

No caminho dá pra passar pelo Mercado de Leadenhall. Mesmo que as lojas e restaurantes estejam fechados, só de passar por dentro dessas galerias do século XIV já vale o passeio.

IMG_1988

Sem sair da rota também dá pra aproveitar e dar uma olhada no 30 St Mary Axe, o famoso Gherkin.

IMG_1987

Pra comer nessa área eu sugiro o Gunpowder, outro restaurante de vibe indiana modernete com preços bem ok. Provei um quiabo frito empanado incrível e fiquei me perguntando porque eu nunca tinha feito isso em casa antes.

IMG_1985

Para beber eu imploro para você ir no The Pride of Spitafields. Em especial se, como eu, você for a louca/louco dos gatos. Acontece que o Lenny é um senhor gatinho que mora lá e fica dormindo ocupando lugares no sofá e na cadeira. Ele não se importa com o pub cheio e fica no meio da galera, participando das conversas. Ele roubou o meu lugar quando eu fui no banheiro, mas achei fofura máxima mesmo assim. O pub é bem casa de vó, cheio de carpete e coisas de veludo. Aviso caso alguém tenha alergia.

IMG_1546

O Brick Lane market e o Old Spitafields market tem opções de comida de todo o mundo e roupinhas vintage beeeeem bacanas pelos arredores. Voltei com um blaser 80’s bem legal por 18 rainhas. Pra finalizar, tem o Box Park, onde você divide mesa com uma galera e é feliz comendo hamburguer no Black Bears.

Para fechar o dia, uma subidinha para ver as luzes da cidade aproveitando a vista do Sky Garden é programa imperdível. E o melhor é que é grátis. O seu único trabalho é agendar um horário na página deles com umas semanas de antecedência.

IMG_1762

Dia 3

O plano do terceiro e último dia é acordar cedo e dar um passeio no parque da cidade que seja mais próximo do seu hotel. No meu caso, o escolhido foi o Hyde Park, onde até no inverno dá pra ver uns esquilinhos.

IMG_1781

IMG_1775

Do Hyde Park pra Notting Hill é um pulo.

IMG_1734

IMG_1733

Um passeio pela Portobello Road até o vintage é lindo Eletric Cinema é um super programa.

IMG_1694

 

IMG_1747

De almoço, recomendo os ótimos sandubas do Patty and Bun. O Hot Chic e o Smokey Robinson são imperdíveis. Carne e pão saborosíssimos e suculentos.

IMG_1737

IMG_1721

Aproveita que o British Museum abre domingo, e que é grátis, para dar uma voltinha nele. Nem que seja só na parte do Egito e Mesopotâmia, as mais bombadas. Aliás, saiba que todos os principais museus de Londres (esse, o History Museum, a Tate Modern…) são grátis!!! Se você adora um museu ou quer um lugar seguro para fugir de uma possível chuva, é só correr pra lá.

Tá quaaaaaase chegando a hora de se despedir da cidade. Para afogar a tristeza, o pub Princess Louise está aí pra te ajudar. Cerveja boa e absolutamente deslumbrante por dentro.

IMG_1746

Pra jantar eu tinha anotado o Dirty Bones, mas nunca cheguei a ir por causa de uma febre danada que me pegou em cheio na noite do último dia. Quem for me conta se é bom, para o dia que eu voltar?

Quem aí tá doido para visitar a terra da rainha Beth?

Be Sociable, Share!

3 Comments

  1. Pub com gatinho? Ja quero visitar hahaa
    Fui pra Londres no final de 2014 e passei 4 dias na cidade, realmente tem mta coisa pra ver e fazer. mas foi uma cidade que não me marcou tanto, então não me preocupei em voltar pra aproveitar mais (daqui de Dublin tem voos super baratos), mas vendo um guia assim dá até voltade de ir de novo haaha
    Beijos!

  2. ‘Como ser linda e ruivinha em Londres por 3 dias’
    Imagino que dê para passar uma vida em Londres e não conhecer todos os indianos maravilhosos, né amiga? Estava lendo outro dia sobre o Dishoom e deu vontade de conhecer (mas como não tenho planos de ir para Londres nem TÃO CEDO, vai você e me conta, tá?) ;)

  3. Uma das cidades que ja visitei e mais tenho saudades é Londres! Que cidade única e agitada. Adorei esse roteiro que você fez que passa pelos melhores bairros da cidade, notting hill, camden town, brick lane! Adoro todos e adoro as lojinhas vintages <3 os museus serem grátis é a coisa mais incrível do mundo!! Como foi a primeira cidade que fui na Europa achei que isso fosse uma máxima, doce ilusão hahaha

Leave a Reply to Ana Barros Cancel reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

sete + nove =

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>